Autoconhecimento

26/08/2016 14:07

Mandala - qual o significado?

Em algum momento, você certamente já viu uma mandala: um desenho em formato circular e bastante colorido. No entanto, talvez não saiba que ela é muito mais do que isso.

A palavra mandala significa círculo, mas não apenas enquanto formato geométrico. Ela se refere ao círculo mágico, sendo considerada como um símbolo universal de integração e harmonia. Nesse sentido, o formato circular representa uma concentração de energia. 

Em várias línguas presentes em uma região da Ásia chamada Península Indostânica, a mandala significa círculo. Mas em um sentido mais amplo, ela é um diagrama que pode representar tanto um mantra quanto algum outro atributo divino. 

Na tradição budista, por exemplo, a mandala enquanto diagrama se remete a uma mansão sagrada, ou seja, o palácio onde vive uma divindade. Em algumas cerimônias, é comum que mandalas sejam construídas com areia em cima de uma plataforma e, no final, essa areia é jogada em um rio, para representar a difusão das bênçãos. Hoje em dia, ela é usada como objeto de decoração no mundo todo, sendo associada não só ao equilíbrio e à harmonia, mas também à eternidade, por seu formato circular.

Origem da mandala

Já conhecemos a etimologia da palavra, mas ainda não sabemos onde esse objeto surgiu. As primeiras mandalas de que se tem registro são do século VIII e eram usadas como instrumentos de meditação no Tibete. 
É característica da cultura não apenas tibetana, mas também budista conforme já foi mencionado e hindu. No Extremo Oriente, a maior associação das mandalas é com o sagrado. Elas fazem parte de rituais de cura e de orações. 
Na sociedade ocidental, as mandalas podem ser vistas com facilidade compondo vitrais de igrejas católicas. Além disso, elas fizeram parte da arte sacra que se destacou no final da Idade Média, do século XVI ao XVIII.

As cores da mandala

As cores usadas nas mandalas estão relacionadas com a psicologia das cores, corrente que afirma que cada cor é capaz de evocar determinadas sensações. É por isso que a mandala pode ser usada na decoração como forma de trazer equilíbrio ao ambiente e até em psicoterapia. 
Dentro desse conceito, o laranja remete ao elemento terra, sugere impulso, energia e bom humor. O azul é capaz de evocar otimismo, segurança e confiabilidade, além de ser a cor símbolo das bênçãos divinas na China durante a antiguidade. O verde desperta a sensação de tranquilidade e cura, enquanto o violeta está ligado à espiritualidade.

Tipos de mandala

As mandalas de ensinamentos são usadas para traduzir um conhecimento filosófico e religioso em que cada traço se refere a um aspecto desse conhecimento. As mandalas de areia são instrumentos de rituais e simbolizam a impermanência do ser humano. Já as mandalas de cura são elaboradas para meditação e busca de paz interior, sendo mais intuitivas do que as de ensinamentos, por exemplo. 
Alguns símbolos se repetem em mandalas, como sinos (sabedoria feminina) ou a roda de oito raios (caminho para a sabedoria), por causa do que significam.

Posts Tendência

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo